25 de agosto de 2016

Por falta de comida Polícia Ambiental encontra bois agonizando

Depois de receber uma denúncia, a Polícia Ambiental encontrou bois agonizando por falta de alimentação em uma propriedade rural de Altônia, na quarta-feira (24). Os animais não tinham pastagem suficiente e vários já estavam mortos.
O denunciante enviou um vídeo da situação à polícia, que se deslocou até a fazenda. No endereço, cerca de 50 bois foram observados morrendo devido à fome. Outros estavam mortos nas proximidades de um ribeirão, em uma área de preservação permanente. O local era cercado, porém, com a falta de pasto, os bois invadiram a área para buscar alimento, o que causou danos à vegetação e ainda poluição do solo.    De acordo com um funcionário da propriedade, o rebanho de aproximadamente mil cabeças de gado apresenta-se magro e sem pastagem suficiente. O dono da fazenda não tinha sido localizado até a manhã desta quinta-feira (25), mas ele deve ser encaminhado à delegacia e responderá por maus-tratos de animais e também por danificar área considerada de preservação permanente, conforme prevê a Lei Federal de Crimes Ambientais.(jornalterceiraopiniao)

Nas margens da BR 116 Corpo é encontrado dentro de poço

Uma pessoa foi encontrada morta dentro de um poço nas margens da BR 116, em Fazenda Rio Grande, Região Metropolitana de Curitiba, no final da tarde desta quinta-feira (25). O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Curitiba, que deve determinar a causa da morte e tentar identificar a vítima. A Polícia Civil vai investigar o caso.(massanews)


Mulher confessa ter matado o proprio pai em Reserva

Corpo foi encontrado boiando no dia sete de agosto em um rio do município. Mulher afirmou que contou com a ajuda do marido, que também confessou o crime.  Uma mulher foi presa, ao lado do marido, na última terça-feira (23) em Reserva, nos Campos Gerais, suspeita de orquestrar o assassinato do próprio pai. O corpo de Miguel Lisboa, de 61 anos, foi encontrado dentro de um rio no dia sete de agosto, preso a galhos e arbustos.
Segundo a Polícia Civil, o crime teria sido motivado por conta de uma suposta agressão do pai á filha. Suzane Lisboa, de 23 anos, e José Aleixo Machado, de 33 anos, teriam cometido o crime e amarrado uma pedra junto ao corpo para evitar que ele boiasse assim que fosse jogado na água. Após algumas divergências entre os depoimentos dos suspeitos, a mulher acabou confessando o crime. O marido também acabou confirmando a situação na sequência.As informações são da A Rede.

Elementos armados roubam 11 celulares de loja em Arapongas

Dois homens, um deles armado com um revólver, assaltaram um estabelecimento comercial, localizado na Avenida Gaturamo, em Arapongas, na manhã da quarta-feira (24). De acordo com a vítima, a dupla entrou no local por volta das 11 horas. Armados e através de ameaças os bandidos levaram 11 telefones celulares, e fugiram em seguida.
A Polícia Militar (PM) foi acionada e realizou diligências, no entanto, até a publicação desta matéria, nenhum suspeito havia sido encontrado.(tnonline)


Na PR-170 Caminhão que transportava rolo compactador tomba



Um caminhão com placas de Maringá tombou na tarde desta quinta-feira (25/08), na PR-170 (Rodovia do Milho), em Novo Itacolomi, a 30 quilômetros de Apucarana. O veículo estava transportando um rolo compactador. O motorista teria perdido o controle da direção em uma curva e o caminhão saiu da pista e tombou na ribanceira.
Segundo informações do Blog do Berimbau, havia duas pessoas no veículo e uma delas teria ficado presa entre as ferragens. A vítima foi desencarcerada pelo Corpo de Bombeiros.(tnonline)


No Norte Pioneiro Mãe é investigada por fazer sexo na frente dos filhos

Uma mulher que mora em Carlópolis (80 km ao sul de Jacarezinho), no Norte Pioneiro, é alvo de uma ação civil ajuizada pela Promotoria da Infância e Juventude por relacionar-se sexualmente na frente dos dois filhos, uma criança e um adolescente. As idades não foram reveladas porque o processo, já remetido ao Fórum, corre em segredo de justiça. O trabalho é coordenado pelo promotor Lucas Junqueira Bruzadeli Macedo. As denúncias foram recebidas através do Disque Direitos Humanos - Disque 100 em 2012, mas só agora chegaram ao conhecimento do MP. 
Segundo a denúncia, a mãe, que também não teve a identidade divulgada, convidava vários homens e mantinha relações sexuais na própria casa, no centro de Carlópolis, e na presença dos filhos. Os atos aconteciam há pelo menos dois anos, em horários variados no mesmo dia. Além disso, as as agressões são psicológicas, com a mulher usando bebida alcóolicas e disparando palavrões contra os garotos. Na residência, conforme o Ministério Público, não há higiene adequada. 
A situação das crianças, como aponta a ação civil, é considerada de risco. O promotor solicitou que sejam aplicadas medidas de proteção incluídas no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), como orientação, apoio e acompanhamento temporário. O Centro de Referência em Assistência Social (CREAS) fará o levantamento da situação financeira da família.(bonde)



Gerente da Salfer é baleado na cabeça ao reagir a assalto em Marialva.

O gerente da loja Salfer em Marialva (Região Metropolitana de Maringá) foi baleado ao reagir a uma tentativa de assalto na noite desta quarta-feira (24). Dois homens armados invadiram o local e renderam a vítima e os funcionários que ainda estavam no estabelecimento logo após as 18h. 
Segundo a Polícia Militar (PM), o gerente reagiu no momento em que era amarrado pelos assaltantes, sendo que um deles disparou. Após isso, a dupla fugiu sem levar nada. João Ricardo Peres Dantas, 44 anos, foi socorrido e encaminhado à Santa Casa de Maringá. 
No início da tarde, ele permanecia na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e apresentava uma tendência de melhora. Seu quadro é considerado estável. (Matéria atualizada às 15h30)



Apos ter barriga cortada para roubo de bebe gestante morre.

Por R$ 2.000, celular e corte de cabelo, cinco pessoas mataram Greiciara Belo Vieira, 19, grávida de nove meses, para retirar o bebê que ela estava esperando, de acordo com a Polícia Civil de Minas Gerais. Quatro dos seis acusados pelo crime, incluindo Shirley de Oliveira Benfica, 39, acusada de ser a mandante, foram apresentadas à imprensa nesta terça-feira (23) pela corporação. Duas pessoas estão foragidas.
Segundo a polícia, Vieira estava viva quando teve a barriga aberta para a retirada da criança. Ela morava em Uberlândia (537 km de Belo Horizonte), onde foi sequestrada, e levada para Ituiutaba, a 140 km de Uberlândia, onde foi assassinada.
Desaparecida desde quinta-feira (18), o corpo da garota foi encontrado em um matagal, próximo a uma represa em Ituiutaba, no domingo (21).
UOL não localizou advogados nomeados pelos acusados para comentar as conclusões das investigações da Polícia Civil. Se condenados, eles podem pegar até 40 anos de prisão por homicídio triplamente qualificado, sequestro, ocultação de cadáver e subtração de incapaz.
De acordo com o delegado regional de Ituiutaba, Carlos Antônio Fernandes, Benfica planejou o crime após ter inventado para a família e o namorado uma falsa gravidez, com a intenção de manter seu relacionamento. Há oito meses, o namorado, proprietário de uma agência de veículos, queria a separação. Diante disso, ela anunciou uma gravidez.
Assim, para manter a mentira de que esperava um filho, Benfica pediu à técnica de enfermagem, Jacira Santos de Oliveira, 48, sua amiga, que lhe conseguisse uma criança para adoção. Sem sucesso na empreitada, as duas entraram em contato com Lucas Mateus da Silva, 22, conhecido como Mirele, que conhecia Vieira e a indicou como vítima.
Na quinta-feira (18), Mirele se encontrou com a garota com o pretexto de entregar um presente para o bebê que iria nascer. Quando se encontraram, a convidou para ir a uma festa, onde haveria drogas.
Ainda segundo o delegado, após fumar maconha, a garota tomou um refrigerante no qual havia um medicamento, se sentiu mal e entrou num veículo, por sugestão de Benfica, que se ofereceu para levá-la para casa. Assim, a vítima foi levada no carro por ela, pela técnica de enfermagem, por Silva, e por Jonathan Martins Ribeiro de Lima, 24, conhecido como Yasmin, que também participava da festa, e outros dois envolvidos para as margens de uma represa, em Ituitaba.
Como o éter usado para fazê-la desmaiar não surtiu efeito, a técnica em enfermagem fez uma incisão na garota ainda viva. A criança foi retirada com ela acordada. Depois, foi enforcada até a morte.
"A mandante do crime apresentava a familiares e ao namorado ultrassons que falsificou, dizendo que o parto seria esta semana. Ela chamou os autores e disse que precisava de uma criança", afirmou Fernandes.
"Ela falava para o namorado e parentes que não tinha barriga da gestação por ter feito uma abdomenoplastia (cirurgia para retirada de gordura e pele), assim, a criança estaria por baixo da costela. Eles acreditaram", afirmou o delegado.
O bebê foi encontrado, em bom estado de saúde, na casa de uma babá contratada pela acusada de ser a mandante do crime. Segundo o delegado, essa mulher não teve nada a ver com o caso. Com quatro dias de vida, a criança foi internada Hospital das Clínicas de Uberlândia.

Campanha Troco Solidário da Havan doa 17 mil reais a Santa Casa de Arapongas.

A Havan realizou na última terça-feira (16), na filial Arapongas, a entrega do cheque simbólico de 17 mil reais à diretoria da Irmandade Santa Casa. O valor representa a arrecadação da Campanha Troco Solidário Havan no primeiro semestre de 2016, na loja do município.
Segundo o conselheiro da instituição, Rudi de Oliveira, a doação é muito bem-vinda. “O valor que recebemos será revertido na construção de parte do Pronto Socorro.”
A Campanha do Troco Solidário foi instituída em 2010, com o objetivo de converter em doação, os centavos de troco dos clientes no pagamento de suas compras nas lojas Havan. No primeiro semestre de 2016, as 93 filiais da rede arrecadaram mais de um milhão de reais, que estão sendo distribuídos a 74 entidades em 14 estados brasileiros.
O diretor-presidente da Havan, Luciano Hang, diz que a campanha iniciou modesta, e hoje é possível multiplicar o alcance da ação. “Nossa meta é aumentar sempre mais este projeto, na medida em que a Havan crescer. Esta arrecadação representa centavos para quem doa, mas faz uma grande diferença para quem recebe. É uma alegria muito grande para a Havan possibilitar essa ajuda às entidades”, afirma o empresário(diaadiaarapongas)

Após tentar dar calote Jovens são amarrados a árvore

Uma tentativa de calote contra uma lanchonete terminou com dois adolescentes, de 14 e 15 anos, apreendidos na tarde desta terça-feira (23) em Maringá.
A situação ocorreu por volta das 14h em um lava-rápido situado na Avenida Mauá, Vila Operária. Acompanhados de um amigo, de 17 anos, os dois jovens chegaram ao estabelecimento e pediram duas Coca-Litro e três coxinhas na lanchonete que funciona anexo.
Depois de se empanturrar, o trio levantou e saiu correndo, tomando direções opostas, estratégia para confundir o proprietário. Em meio à fuga, dispensaram uma garrafa de refrigerante e uma faca sem cabo. Indignado com o calote, o dono da loja pegou um carro e saiu em perseguição ao trio, mas somente os dois adolescentes foram cercados, detidos e levados de volta ao estabelecimento. Os dois foram amarrados com um fio ao pé de uma árvore até a chegada da PM.
Levados à delegacia, os garotos, que residem em Sarandi e não têm antecedentes por atos infracionais, colocaram a culpa no amigo que conseguiu escapar, cujo nome e endereço afirmaram desconhecer. "O cara chamou a gente pra comer e beber e depois levantou e saiu correndo. A gente só correu também", disseram eles. Os pais foram chamados à delegacia e os adolescentes liberados.
As informações são do O Diário.