23 de junho de 2017

Polícia prende pai de bebê hospitalizado com mordidas, fraturas e hematomas

A equipe do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria) de Ponta Grossa prendeu o pai do bebê de seis meses que foi hospitalizado nesta quinta-feira (22) com múltiplas fraturas no crânio, hematomas e marcas de mordidas pelo corpo. A prisão aconteceu durante a noite, após o depoimento dele à polícia.

O pai foi autuado em flagrante por lesão corporal e pela Lei de Tortura (9455/97). O homem foi levado para a carceragem do 13º Subdivisão Policial. Está programada para a tarde desta sexta-feira (23) a audiência de custódia, que vai definir o encaminhamento do preso. A mãe foi liberada pelo Nucria.

Segundo informações do Conselho Tutelar, o bebê foi transferido para o Hospital Regional de Ponta Grossa em função da complexidade dos ferimentos. Ele pode passar por cirurgia.

As investigações sobre o caso continuam e a equipe médica que atendeu o bebê será chamada para prestar depoimento.(massanews)


Semelhança de cordeiro com humano assusta moradores; outros falam em ‘demônio’

A aparência assustadora de um cordeiro intrigou moradores de Lady Frere, província no Leste da África do Sul, devido a semelhança entre o animal e um ser humano. Enquanto alguns habitantes do vilarejo acham que se trata de um “demônio”, outros suspeitam de que a criatura seja fruto do cruzamento entre uma ovelha e um homem. Mas especialistas descartam crendices desse tipo e oferecem uma explicação científica para o caso.
Segundo o Departamento de Desenvolvimento Rural, a deformação do cordeiro, que já nasceu morto, deve-se a uma infecção no início da gravidez, informou a imprensa na África do Sul.
“Nós podemos confirmar que não se trata de uma foto falsa, mas que este cordeiro com uma severa deformação nasceu de uma ovelha em Lady Frere nesta semana e, de relance, se assemelha a uma figura humana”, afirmou o diretor dos serviços veterinários, Lubabalo Mrwebi, ao comentar o nascimento.(bandaB)


Tripla colisão deixa dois feridos nesta manhã na BR-369

Um acidente envolvendo três veículos deixou pelo menos duas pessoas feridas na manhã desta sexta-feira (23) na BR-369 no distrito de Aricanduva em Arapongas. Um dos carros chegou a invadir o canteiro central da rodovia e só parou ao atingir uma placa de trânsito.
De acordo com o motorista do Citroën, um caminhão fechou sua passagem causando o acidente. Ele e mais dois carros, um Fiat/Strada e um Fiat/Fiorino acabaram colidindo entre si. O utilitário acabou perdendo o controle e foi parar no canteiro central. Uma placa de sinalização indicando trecho sujeito a neblina, que fica instalada próximo à Nortox foi atingida pelo automóvel.
O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) estão no local prestando socorro às vítimas. Uma viatura da Viapar também está no local dando apoio à ocorrência.(tnonline)


Bebê é internado em estado grave com fratura no crânio; pais são suspeitos de agressão


Um bebê de apenas seis meses está internado em estado grave no Hospital da Criança de Ponta Grossa, no Paraná (PR) com diversas fraturas no crânio. A principal suspeita é que a criança teria sido vítima de maus tratos dos próprios pais.
O bebê foi deu entrada no hospital na quinta-feira passada (15) com suspeita de pneumonia. Na ocasião, as equipes médicas perceberam que ele apresentava diversos hematomas pelo corpo e acionaram o Conselho Tutelar. A entidade entrou com uma medida protetiva, pedindo que a criança fosse encaminhada para um abrigo até que toda situação se esclarecesse, no entanto, o pedido foi negado e o bebê retornou para casa.
Na última quarta-feira (21) os pais levaram a criança novamente ao hospital alegando que ele estaria com sintomas de gripe. Durante exames foi constatado fraturas no crânio, nas costelas e uma lesão no braço, que possivelmente seria uma mordida. 
De acordo com o hospital, a criança também foi internada na unidade há cerca de um mês com uma fratura no fêmur. Após as três situações, os pais acabaram tendo que prestar depoimentos ao Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria). Eles negaram qualquer tipo de agressão ao filho.
O caso segue em investigação comandada pela Polícia Civil e o Conselho Tutelar deve encaminhar um novo pedido de medida protetiva ao Ministério Público. 
A criança será transferida a outro hospital para passar por cirurgia. Seu caso é considerado grave com risco de morte.(tnonline)

22 de junho de 2017

Casal morre afogado após carro cair em lago enquanto fazia sexo

Um casal morreu, na Rússia, após seu carro cair dentro de um lago, enquanto eles faziam sexo. Os jovens, um homem e uma mulher, ambos de 22 anos, não conseguiram sair do veículo enquanto ele afundava, segundo a polícia local. Eles estavam na região de Volgogrado. As informações são do jornal inglês “Daily Mail”.

Preocupados com o sumiço deles, os familiares de Evgeny Chernov e Yana Kryuchkova comunicaram seu desaparecimento à polícia.

— O carro foi tirado do lago, e os corpos dos jovens foram encontrados no banco de trás — explicou o policial Andrey Fedotov.

De acordo com a polícia, o carro estava em ponto morto, mas os movimentos do casal sacudiram o veículo, fazendo com que ele rolasse em direção à àgua.(bandaB)


Pai se irrita com choro e espanca filha bebê até a morte

Alan, de 21 anos, é acusado de espancar a própria filha, de apenas dois meses, até a morte. Ele estava no carro com a bebê, enquanto a mulher esperava para ser atendida em um hospital. A mãe da criança ficou internada e Alan voltou para a casa da sogra; ele deixou a menina no berço e fugiu. Quando a avó foi até o quarto descobriu que a neta estava morta. A polícia acredita que Alan tenha espancado a filha porque se irritou com o choro da pequena.(cidadealerta)


Pai é preso após dar bebida alcoólica para o filho de dois anos

Um homem de 30 anos foi preso por policiais militares na noite de quarta-feira em Paiçandu (norte do Paraná) após dar bebida alcoólica para o filho de apenas dois anos.
De acordo com a mãe do menino e ex-companheira do detido, ele apareceu na residência alterado e após ameaçá-la, deu alguns goles de cerveja para a criança. Quando chegaram ao imóvel os policiais militares perceberam que o homem estava agitado e apresentava sintomas evidentes de embriaguez. 
Ele foi contido e levado para a Delegacia de Maringá, cidade polo da região. Segundo a PM, além de dar bebida alcoólica para o filho de dois anos, o homem descumpriu medida protetiva estabelecida pela Justiça.
Pena para os condenados
Tal tipo de infração penal é tipificada pelo artigo 243 do Estatuto de Defesa dos Direitos da Criança e do adolescente ( Lei nº  13.106, de 2015) e estabelece o seguinte: "Vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar, ainda que gratuitamente, de qualquer forma, a criança ou a adolescente, bebida alcoólica.  Pena - detenção de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa, se o fato não constitui crime mais grave. 
Aumento de 30% dos casos.
Aumento de 30%
A violência contra crianças aumentou em quase 30% no primeiro quadrimestre deste ano  no Paraná, conforme registros oficiais. Nos quatro primeiros meses de 2017, o Hospital Pequeno Príncipe, referência no tratamento de criança no Estado, realizou 220 atendimentos do gênero, uma média de dois por dia.(tnonline)


Após buscas em rio, criança continua desaparecida e polícia amplia as investigações

A Polícia do Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride) ampliou as instigações a respeito do desaparecimento do menino Brayan Raab Fonseca de um ano e onze meses. O garotinho sumiu de dentro da própria residência, em Cerro Azul no Paraná (PR) na manhã de segunda-feira (19). De início, a principal hipótese era de que a criança teria caído em um rio que passa atrás da casa, no entanto até agora ele não foi encontrado.
O Corpo de Bombeiros realizou um pente fino nos últimos dias por toda imediação da residência e no rio, na tentativa de localizar o corpo da criança. Sem nenhuma pista até o momento, o Sicride chegou à cidade para acompanhar de perto as buscas. Agora, o caso será investigado também através de outras perspectivas.
As buscas foram intensificadas e a polícia tenta colher informações de toda comunidade. Os pais da criança voltaram a afirmar que o sumiço aconteceu muito rápido e que todos compartilhavam o mesmo espaço no momento do desaparecimento. Eles relataram que perderam o menino de vista em um piscar de olhos.
De acordo com as testemunhas, Brayan era um menino muito ativo e gostava de passear pela rua. Seguindo outras linhas de investigação, várias hipóteses passam a ser levantadas. 
Quem tiver qualquer informação deve entrar em contato com o Sicride pelo  telefone (41) 3224-6822.(tnonline)


Família reclama de erro médico em caso de bebê que teria nascido morto

O velório de um bebê que teria nascido morto foi interrompido após o pai descobrir um corte profundo nas costas da criança. A suspeita é que a morte tenha ocorrido devido a um erro médico, pois o machucado estava costurado com pontos cirúrgicos. O parto foi realizado na Santa Casa de Campo Mourão e o velório acontecia em Goioerê, onde mora a família. A gestação estava no sétimo mês e era considerada de risco. Por causa disso, a mãe do bebê ficou internada por 58 dias na Sana Casa de Goioerê. Na manhã do último domingo (18), a mulher sentiu dores e contrações, e foi encaminhada à Santa Casa de Campo Mourão. O parto cesariano aconteceu no final da tarde e, após a cirurgia, Gomes foi informado que a criança tinha nascido morta ou sofreu uma parada cardiorrespiratório e não resistiu. O corpo da criança foi encaminhado à Goioerê onde acontecia o velório. Logo depois o pai recebeu uma informação anônima de que a criança não havia nascido morta, e na realidade teria um corte nas costas causado supostamente por um erro médico. Gomes pediu para ver o corpo da criança e verificou que o bebê tinha um corte profundo, que começava no abdômen e ia até o meio das costas, costurado com pontos cirúrgicos. Ao descobrir o fato, o homem procurou a Delegacia de Polícia e registrou um B.O. “Se foi um erro, isso precisa ser esclarecido, porque hoje foi comigo, amanhã pode ser com outra pessoa”, disse. O Instituto Médico Legal (IML) de Campo Mourão foi acionado e o corpo do bebê foi recolhido para que sejam realizados exames de necropsia. Nota da Santa Casa No final da tarde de segunda-feira (19), a direção da Santa Casa de Campo Mourão emitiu uma Nota de Esclarecimento, em que informa que o caso está sendo investigado. A nota, assinada pelo diretor-presidente da Santa Casa, José Carlos Laurani, e pelo diretor-técnico, Régis da Silveira, alega que “o corpo clínico do Hospital Santa Casa de Campo Mourão, através da Diretoria Clínica e Técnica e Comissão de Ética, bem como Direção, estão investigando os fatos ocorridos no Centro Obstétrico na tarde do dia 18/06/2017, o fato é que ocorreu um óbito em uma criança durante o parto”. A direção do hospital diz, ainda, que o fato “comoveu como sempre toda a equipe de saúde do Hospital” e que estão sendo realizadas as sindicâncias necessárias para apurar os fatos que levaram ao óbito. Os diretores se comprometeram a emitir uma nova nota assim que as investigações estiverem concluídas, apresentando os seus resultados. Não foi informado o prazo para a conclusão das sindicâncias.(carlãomaringá)



Criança de 1 ano morre afogada em caixa d'água do sítio dos avós na Bahia

Uma menina de um ano e 11 meses morreu afogada dentro de uma caixa d'água, na manhã desta terça-feira (20), no sítio dos avós, localizado na zona rural de Ibirataia, sul da Bahia. De acordo com a Polícia Civil, a criança é natural da cidade de Carapicuíba, em São Paulo, município onde mora com os pais, e estava na Bahia para passar o São João com a família.
Segundo a família relatou à polícia, a mãe da menina estava arrumando a casa, quando sentiu falta da criança. A mulher foi procurar a filha, mas já a encontrou boiando no tanque de água, que segundo a polícia tem oito metros de altura e fica no quintal do sítio. Não há detalhes de como a criança teria caído no reservatório.
O avô da criança prestou depomento à polícia. O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Jequié, no sudoeste do estado.(G1)