17 de agosto de 2018

Em confrontos com a PM no primeiro semestre em todo Paraná 171 pessoas morreram

O Grupo de Ação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná – que tem entre suas funções o controle externo da atividade policial –, divulgou na quinta-feira 16 de agosto, dados relacionados às mortes em confronto com policiais no estado no primeiro semestre deste ano. Nesse período, houve 171 pessoas mortas em enfrentamentos com policiais militares. Foram constatadas ainda cinco mortes causadas por policiais civis e três envolvendo guardas municipais (em Piraquara, Londrina e Quatro Barras). O número representa um aumento de 24,3% em relação ao primeiro semestre de 2017 e de 36,6% se comparado com o segundo semestre do ano passado.
As mortes em enfrentamentos com a Polícia Militar decorreram de 132 eventos, sendo que 156 delas derivaram de atuação em trabalho direto dos policiais, enquanto as outras 15 envolveram policiais militares em período de folga.

Foram 26 mortes em janeiro (15,2%), 32 em fevereiro (18,7%), 37 em março (21,6%), 27 em abril (15,8%), 21 em maio (12,3%) e 28 em junho (16,4%). Curitiba foi o município com mais casos, com 43 mortes (25,1% dos casos), seguido de São José dos Pinhais, com 12 (7%), e Londrina, com 11 (6,4%). Em toda a Região Metropolitana de Curitiba, houve 95 mortes (55,5% do total), assim divididas: Curitiba – 43, São José dos Pinhais – 12, Araucária – 6, Colombo – 6, Almirante Tamandaré – 5, Campo Largo – 5, Quatro Barras – 5, Piraquara – 4, Campo Magro – 3, Fazenda Rio Grande – 3, Pinhais – 2, Balsa Nova – 1.

Entre as vítimas, 75 (43,9%) eram brancas, e 96 (56,1%), negras e pardas. A distribuição dos mortos por faixas etárias foi a seguinte: 18 (10,5%) até 18 anos de idade, 81 (47,4%) entre 26 e 35 anos e 49 (28,6%) acima de 35. Não foi apurada a idade exata de 23 pessoas (13,5%).

A Polícia Militar (PM) emitiu nota sobre o levantamento apresentado pelo GAECO, confira:"Em relação aos dados estatísticos divulgados pelo Ministério Público a respeito de resultado morte em confrontos armados no Estado do Paraná, a Polícia Militar esclarece a opinião pública que:
Todas as ocorrências de confrontos armados, que envolvem o resultado morte por parte da Polícia Militar, caracterizam-se, em regra, por situações de uso legítimo da força em resposta a atos e fatos gerados por pessoas à margem da lei que atuam criminosamente colocando em risco real e iminente a pessoa do agente público ou de terceiros;

Todas essas situações são comunicadas pela Polícia Militar ao Ministério Público, por meio do GAECO, que acompanha todo o processo instrutório que objetiva esclarecer as circunstâncias que envolvem os fatos;

Doutrinariamente a Polícia Militar trabalha os conceitos de uso seletivo da força, direitos humanos, respeito à dignidade da pessoa humana, dentre outros valores que transversalmente interagem com todas as disciplinas afetas à formação, qualificação, especialização e capacitação técnico profissional, na teoria e na prática de todas as formas de atuação da Força Pública;

Há muitas variantes estatísticas e qualificadoras das situações de confrontos que demonstram que a maior parte das pessoas que ousam confrontar com a PMPR são presos ilesos ou com lesões corporais, o que bem demonstra que inexiste a prevalência do resultado morte nessas intervenções PM;

Quanto mais eficiente for a Polícia Militar nas intervenções em ocorrências agravadas pelo uso de violência ou grave ameaça, com emprego de armas de fogo por parte de criminosos, maiores serão as situações de reação e de confrontos;

Por certo, onde há maior concentração demográfica, há maiores indicadores de incidência criminal e de ocorrências policiais, maiores aparatos de resposta policial e, por conseguinte, maiores registros de intervenções e confrontos, a justificar a maior concentração de resultado morte na Capital do Estado".(tnonline)


Morto pela PM é Suspeito da morte de guarda municipal

Na tarde de quinta-feira (16), um homem suspeito de estar envolvido na morte do guarda municipal Leonardo Lopes Gualberto, de 31 anos, foi morto em uma troca de tiros com policiais militares no Jardim Padovani, zona norte de Londrina.

Segundo informações da Polícia, uma equipe estava em patrulhamento pelo bairro quando recebeu informações de que dentro de uma casa havia alguns homens armados. Ao realizarem a abordagem no local, a troca de tiros começou. Thalyson Danillo Primo Lopes, de 25 anos, foi atingido por dois disparos no tórax. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu. A arma utilizada por Lopes foi apreendida e levada para a delegacia.

O guarda municipal Gualberto foi morto no último dia 28 de fevereiro dentro de um supermercado na região oeste. Ele fazia a segurança do estabelecimento quando dois homens encapuzados entraram no local e atiraram diversas vezes contra o rapaz.(bonde)



Sábado sera dia D de vacinação contra sarampo e poliomelite

Postos de saúde em todo o país abrem as portas amanhã (18), sábado, para o chamado Dia D de Mobilização Nacional contra o sarampo e a poliomielite.
Todas as crianças com idade entre um ano e menores de 5 anos devem receber as doses, independentemente de sua situação vacinal. A campanha segue até 31 de agosto. A meta do governo federal é imunizar 11,2 milhões de crianças e atingir o marco de 95% de cobertura vacinal nessa faixa etária, conforme recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Até a última terça-feira (14), no entanto, 84% das crianças que integram o público-alvo ainda não haviam recebido as doses.

Este ano, a vacinação será feita de forma indiscriminada, o que significa que mesmo as crianças que já estão com esquema vacinal completo devem ser levadas aos postos de saúde para receber mais um reforço. No caso da pólio, as que não tomaram nenhuma dose ao longo da vida vão receber a vacina injetável e as que já tomaram uma ou mais doses devem receber a oral. Para o sarampo, todas as crianças com idade entre um ano e menores de 5 anos vão receber uma dose da Tríplice Viral, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Casos de sarampo - Atualmente, o país enfrenta dois surtos de sarampo - em Roraima e no Amazonas. Até a última terça-feira (14), foram confirmados 910 casos no Amazonas, onde 5.630 outros casos permanecem em investigação. Já em Roraima, são 296 casos confirmados e 101 em investigação.

Há ainda, de acordo com o Ministério da Saúde, casos isolados e relacionados à importação nos seguintes estados: São Paulo (1), Rio de Janeiro (14), Rio Grande do Sul (13), Rondônia (1) e Pará (2). Até o momento, foram confirmadas no Brasil seis mortes por sarampo, sendo quatro em Roraima (três em estrangeiros e um em brasileiro) e dois no Amazonas (brasileiros).Agência Brasil(bonde)



15 de agosto de 2018

Tragédia: Criança de três anos morre após ser atingida por tampa de caminhão-caçamba

Uma criança de três anos morreu na madrugada desta terça-feira (14) após ser atingida pela tampa de um caminhão-caçamba, na Rua Rio Araguaia, no Bairro Moinho velho, em Colombo no Paraná (PR). A tragédia aconteceu na tarde de segunda-feira (13) e a menina chegou a ser levada ao hospital mas não resistiu.
A vítima estava com a tia, uma adolescente de 15 anos que também ficou ferida. A jovem tinha buscado a sobrinha na creche e retornava para casa com a menina a pé. O caminhão passava pela rua quando a tampa se abriu, atingindo as duas. 
A criança chegou a ser socorrida por uma aeronave da Polícia Militar e encaminhada ao hospital mais próximo. Ela faleceu na madrugada. 
A adolescente segue internada no hospital e seu estado é grave. (tnonline)


Em Apucarana bandidos assaltam residência e na fuga levam família que é abandonada na zona rural

Dois homens armados assaltaram uma residência na noite de terça-feira (14) no Residencial Raposa I em Apucarana. A dupla fez a família refém, e na fuga ainda levou as vítimas, abandonando-as depois em uma plantação de trigo.
Um dos moradores chegava em casa por volta das 20h quando foi rendido no portão. De acordo com ele, os criminosos chegaram o questionando sobre dinheiro da venda de bonés. A vítima afirmou que não tinha dinheiro e então os bandidos começaram a vasculhar a residência. 
A vítima e os demais moradores foram amarrados e colocados dentro da camionete Pajero pertencente à família. Os bandidos roubaram talões de cheques em branco e também assinados e preenchidos, joias, dinheiro, eletrônicos e roupas.

A dupla seguiu com as vítimas até uma plantação de trigo próximo ao Contorno Norte. Lá eles encontraram outros comparsas, e então fugiram levando o veículo e todos pertences. 
A família acionou a Polícia Militar (PM) que fez buscas na região, no entanto ninguém foi preso. (tnonline)

13 de agosto de 2018

Em Arapongas briga por pipa termina com homem baleado

Um rapaz de 26 anos acabou sendo baleado na tarde deste domingo (12) em Arapongas. O crime teria sido motivado por conta de uma briga por pipas.

O rapaz deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de Arapongas com um ferimento por arma de fogo. Uma equipe do SAMU foi acionada para fazer a transferência da vítima, de 26 anos, para o hospital Honpar.

Conforme os socorristas, o rapaz foi atingido na região do abdômen pelo disparo, o projétil ficou alojado no glúteo direito da vítima. O homem foi encaminhado consciente pela equipe do SAMU para o hospital Honpar para demais procedimentos.

O caso passa a ser investigado pela polícia. (fatoatual)




Homem é morto em Mandaguaçu

Após 24 horas do primeiro crime de assassinato que ocorreu na madrugada do último sábado no Jardim América em Mandaguaçu, outro homem foi morto. Jonatan Roberto Alves Ventura, de 27 anos, foi atingido por um tiro na cabeça e outro no tórax durante uma festa que estava acontecendo em uma chácara na rua Nestor Volpato, no bairro Santa Rosa. De acordo com informações levantadas pela PM, houve uma briga e na sequência os tiros contra Jonatan. O suspeito depois de atirar na vítima teria fugido em um Fiat Siena de cor prata. Os próprios amigos de Jonatan colocaram ele em um carro e levaram para o Hospital São Lourenço de Mandaguaçu. A equipe médica constatou que na entrada a vítima já estava em óbito. A polícia de Mandaguaçu já tem o nome do principal suspeito de ter cometido o crime de homicídio. Uma casa que fica defronte a chácara foi atingida por pelo menos três tiros. Os moradores acordaram assustados. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Mandaguaçu. O corpo de Jonatan Roberto Alves Ventura, de 27 anos, foi removido do hospital para o IML de Maringá. A vítima tinha passagens por porte de arma de fogo, roubo e receptação. André Almenara


Casal de namorados são mortos a tiros em Marilândia do sul

Um casal de namorados foi encontrado por populares sem vida e com perfurações de projéteis de arma de fogo na cabeça, por volta das 22h45 de domingo (13), na Estrada Velha  para o Castelo Eldorado, no município de Marilândia do Sul.
De acordo com a Polícia Militar (PM), os corpos de Wellington Lima,  conhecido como “Quero Quero”, de 40 anos, e sua namorada Sílvia Helena Kruger, 43 anos, estavam na entrada da Fazenda Santa Rosa, próximo a BR 376 (Rodovia do Café).
Os corpo foram encaminhados ao Instituto Médico legal (IML) de Apucarana para exame de necropsia.
As Polícias Civil e Militar estiveram no local do duplo assassinato para os procedimentos e legais. A motivação do crime ainda é um mistério para as autoridades da área de segurança.
Carona
O casal havia passado o Dia dos Pais com a família e um sobrinho deu carona de carro para os dois até a entrada da fazenda e Wellington Helena estavam completando o trajeto a pé.
Segundo o cabo Elói, da PM, o casal era bem relacionado e ninguém tinha conhecimento sobre alguma desavença do casal com alguém.
Helena residia em Marilândia do Sul e trabalhava em uma escola pública (CMEI Domingos Mareze) do município de Apucarana.(tnonine)

6 de agosto de 2018

Após três meses com droga no órgão genital grávida é internada.

Uma grávida, de aproximadamente 25 semanas, foi internada na Santa Casa de Maringá, nesta sexta-feira (3), após comparecer a uma unidade médica de Mandaguari, se queixando de dores genitais. Durante o atendimento médico, a mulher se queixava de fortes dores na região e, depois de alguns exames, foi constatado que haviam cerca de 200 gramas de maconha, que ela confessou ter colocado na região do útero há três meses e não conseguiu retirar. A droga estava dentro de um saco plástico em estado de podridão e a mulher foi internada com suspeita de infecção generalizada. Uma equipe da Polícia Militar foi acionada e levou a droga para a Polícia Civil.(inganews)

Jovem encontrada degolada em Curitiba ela ja tinha passagens pela polícia

A jovem encontrada morta degolada no fim da manhã deste domingo (5) no terreno de uma empresa no bairro Cajuru, em Curitiba, foi identificada. A vítima é Kimberly Natali Cordeiro, de 23 anos. De acordo com a polícia, ela tinha passagens por porte e tráfico de drogas.
A identificação foi feita pela análise das digitais de Kimberly no Instituto Médico Legal (IML). Ainda conforme informações da polícia, ninguém esteve na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para reclamar o corpo até o fim da tarde.
A arma usada para matar a jovem não foi encontrada no local do crime. Além disso, nenhum morador da região afirmou conhecer Kimberly, que tinha duas tatuagens: ‘Helen’ escrito em uma mão e ‘Emily Vitória’ na outra.
A área onde o corpo foi encontrado é bastante isolada e cercada por mato. Moradores da região contaram para a polícia que ouviram cachorros latindo e gritos de socorro durante a madrugada. A jovem foi encontrada pelo caseiro da empresa, depois de ouvir mais latidos durante a manhã. 
Os moradores disseram ainda que o acesso ao local é livre, apesar de se tratar de um terreno ocupado.Colaboração Ana Flavia Silva e Aline Peres / Rede Massa